Blog da Redação do UOL Entretenimento

Diretor rebate dublê e diz que Natalie Portman faz a maioria das cenas de dança em ”Cisne Negro”

Redação

Depois de terminada a temporada de premiações em Hollywood, a bailarina Sarah Lane deu declarações polêmicas à Entertainment Weekly sobre os bastidores de “Cisne Negro“, onde ela foi dublê de Natalie Portman. A dançarina afirmou que a atriz dançou ballet em apenas 5% das cenas do longa pelo qual ela foi premiada com o Oscar.

Para botar mais lenha na fogueira, Lane disse que os produtores do filme pediram que ela não comentasse sobre sua participação no filme durante a época do Oscar.

Em defesa de sua atriz, o diretor Darren Aronofsky emitiu uma nota oficial pela Fox Searchlight, distribuidora de “Cisne Negro''. A declaração do cineasta segue abaixo, em tradução livre:

Eis a realidade. Eu pedi que meu editor contasse as tomadas. Há 139 planos de dança no filme, 111 são da Natalie Portman, sem manipulação. 28 são da dublê de dança Sarah Lane. Se calcular, isso dá 75% para Natalie Portman. E a duração em minutos? As tomadas que exibem a dublê são distantes e raramente têm mais de um segundo. Há duas tomadas mais longas e complicadas em que usamos substituição de rosto [digitalmente]. Mesmo assim, se usarmos como critério o tempo mais de 90% seria da Natali Portman.

E, para deixar claro, Natalie dançou sim na ponta com sapatilhas de bailarina. Se você olhar para a tomada final do prólogo de abertura, que dura 85 segundos, e foi dançado completamente pela Natalie, ela sai de cena em ponta. Isto é completamente ela sem qualquer mágica digital. Estou respondendo para por fim no assunto e para defender minha atriz. A Natalie suou muito para entregar uma grande performance física e emocional. E eu não quero que ninguém pense que não é ela que estão assistindo.