Blog da Redação do UOL Entretenimento

Arquivo : julho 2012

DJ cria remix com o hit “Me Serve Vadia” em homenagem a Nina e Carminha; ouça
Comentários 3

UOL Entretenimento

DJ cria hit com a expressão “Me serve vadia!”, dita por Nina (Débora Falabella) a Carminha (Adriana Esteves), em “Avenida Brasil”. A cena foi ao ar na terça-feira (24), quando a cozinheira exigiu que a megera lhe servisse o jantar.

Desde que conseguiu fotos comprometoras de Carminha (Adriana Esteves) e Max (Marcello Novaes) na cama, Nina (Débora Falabella) tem humilhado a madrasta, a tratando como empregada da mansão de Tufão (Murilo Benício).


Traição de Stewart a Pattinson faz fã se revoltar e chorar; assista ao vídeo
Comentários 34

UOL Entretenimento

A traição de Kristen Stewart a Robert Pattinson tem causado revolta entre as fãs do astro da “Saga Crepúsculo”, que chegaram a publicar em blogs e sites “provas” de que as fotos de Kristen com o diretor Rupert Sanders seriam montagens.

Uma fã publicou em seu canal do YouTube um vídeo indignado, em que pede que a imprensa e ao público que pare de se meter na vida de Kristen e Robert e demonstra seu choque diante do pedido público de desculpas divulgado pela atriz. A garota chega a chorar em diversos momentos e tem um pequeno acesso de raiva ao dizer que, se Kristen amasse Robert, não o teria traído, e que a atriz foi estúpida por se deixar fotografar com Sanders. O vídeo já ultrapassou a marca de um milhão de visualizações em apenas dois dias. Assista.

Alguns sites de fãs também chegaram a ser desativados em protesto às ações da atriz. As administradoras do KristenStewartDaily.net, por exemplo, publicaram uma nota dizendo que estavam se afastando do site:

“devido aos acontecimentos recentes e crenças pessoais, não podemos permanecer administradores deste site e tolerar as ações da atriz. (…) Nós, como administradores, simplesmente não podemos apoiar e perdoar alguém que causou tanto desgosto não só à pessoa que ela ama, mas também a uma outra família. Seria hipócrita de nós continuar postando aqui como tudo estivesse bem quando em nossos corações não apoiamos suas ações.”

A administradora do site RobertandKristen.org foi mais longe:

“Algumas semanas atrás, eu estava decidida a reabrir este site, mas devido a recentes ações de Kristen, não vou mais fazer isso e decidi fechar o site. Não só estou desapontado, mas também enojada pelas ações dela. Para ser honesta, acho que ela é uma vagabunda traidora e não merece o amor de qualquer de seus fãs. Tchau. PS: Espero com todo meu coração que Rob esteja bem, ele é um cara tão legal, ele merece apenas o melhor do melhor.”

Leia mais sobre o caso.


Empresa faz camiseta “homenageando” traição de Kristen Stewart
Comentários 4

UOL Entretenimento

Uma loja de roupas está criando uma camiseta especial em “homenagem” à traição de Kristen Stewart com Rupert Sanders.

A atriz, que começou um romance com Robert Pattinson durante as gravações de “Crepúsculo”, aparece com os dizeres “Trust no Bitch” sobre os olhos. A expressão popularizada na internet indica quem não é nada confiável.

A camiseta apareceu na página do Facebook da Garagem Korova. Eles dizem que ela estará à venda em breve.


Hackers deixam especialistas “atordoados” com AC/DC tocando em usina nuclear iraniana
Comentários 1

UOL Entretenimento

Um vírus de computador está colocando “Thunderstruck” do AC/DC para tocar no volume máximo em uma usina nuclear no Irã. É o que diz revista norte-americana “Rolling Stone”.

O chefe da firma de segurança F-Secure, o finlandês Mikko Hypponen, disse que recebeu indicações do ataque “musical”, com a música tocando no meio da noite, fora do controle dos cientistas da instalação.

As informações vieram por e-mails anônimos ao especialista, que verificou a procedência e que de fato são da Organização de Energia Atômica do Irã. Como diz o título da música, ele deve ter ficado mesmo “atordoado”.


Cartaz do Festival de Curtas de São Paulo é feito com colagens de materiais diversos
Comentários Comente

UOL Entretenimento

O Festival de Curtas Metragens de São Paulo seleciona todo ano um jovem artista gráfico para desenvolver um cartaz, no qual é baseado todo o material de divulgação. Na edição deste ano, o escolhido foi o designer Julian Campos, que compôs o cartaz com colagens de materiais diversos, como páginas de jornal, papel recortado, rendados em papel e bordados.

“Reproduzir uma imagem no bordado, de certa forma, vai contra a velocidade que o digital impõe: preciso ficar um tempo maior produzindo essa imagem e isso modifica a minha relação com ela”, disse ele.

Veja abaixo o cartaz da edição deste ano do Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo.


Grupo “resume” mais de 500 anos de estilos musicais em três minutos
Comentários Comente

UOL Entretenimento

O grupo CDZA fez um vídeo cantando “What a Wonderful World”, de Louis Armstrong, que engloba mais 500 anos da história da música em menos de 3 minutos.

Ao todo 16 estilos musicais são mostrados no vídeo, indo do canto gregoriano ao dubstep.

O CDZA se especializou em criar vídeos musicais criativos, como o desenvolvimento da música romântica ou uma sequência orquestrada de toques de celular.

Assista abaixo ao desenvolvimento da música ocidental em 16 estilos.


Pré-estreia do novo “Batman” em São Paulo tem fã com “identidade secreta”
Comentários 2

UOL Entretenimento

Renato Araújo (ao centro), presidente da Batbase, fã clube brasileiro do homem-morcego, na pré-estreia de São Paulo

Uma pré-estreia de “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge” reuniu nesta segunda (23), em um cinema de São Paulo, integrantes de fãs clubes oficiais do homem-morcego no Brasil.

Antonio Luiz Carvalho Damous foi à estreia devidamente mascarado e se recusou –categoricamente– a ser fotografado sem o disfarce, tudo para manter sua “identidade secreta” para os leitores de seu blog sobre Batman.

“Cada um tem uma obsessão diferente. Alguns colecionam cards, outros acompanham mais os quadrinhos ou os filmes. Alguns até se especializam em se vestir como um Batman favorito, como a versão de Adam West dos anos 1960. Mas a obsessão é sempre o Batman”, disse ao UOL Renato Araújo, presidente da Batbase, fã clube brasileiro do Batman fundado em 1997.

Como exemplo, Araújo lembrou de um integrante da Batbase –de codinome “o Escoteiro”– que já assistiu duas vezes a “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge” nos Estados Unidos e vem ao Brasil para ver de novo na estreia a conclusão da trilogia de Christopher Nolan.

Em uma breve conversa com os integrantes da Batbase já se recebe uma enxurrada de informações enciclopédicas sobre o Batman. Seja lembrar de nome cada um dos atores que já interpretou o homem-morcego ou os Robins, referências a curtas obscuros feitos por fãs que colocam Batman enfrentando Alien e Predador ou teorias diversas sobre o motivo do apelo do personagem após tanto tempo.

Os fãs brasileiros também são donos de suas próprias produções independentes. “Fizemos um curta chamado ‘O Retorno de Bane’ no início dos anos 200 que já tinha Bane e a mulher-gato”, conta Araújo, brincando que talvez seja de lá que o diretor Christopher Nolan tenha se inspirado para “O Cavaleiro das Trevas Ressurge”.

Sobre se “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge” ficará marcado pelo massacre ocorrido em Aurora, no Colorado, os fãs não se deixam abalar. “O que aconteceu não tem nada a ver com o Batman”, defende Damous. “Poderia ter acontecido com qualquer filme. O Batman é um exemplo de alguém incorruptível que luta pelo bem”.

Tags : batman


Editora envia algemas e máscara a jornalistas para divulgar romance erótico “50 Tons de Cinza”
Comentários 1

UOL Entretenimento

Kit do livro “50 Tons de Cinza”, com máscara, gravata, algemas e contrato de submissão

Para divulgar a publicação do best-seller “50 Tons de Cinza” no Brasil, a editora Intrínseca enviou a jornalistas um kit no mesmo clima do livro: uma caixa preta contendo, além do exemplar, uma máscara, algemas, uma gravata e um contrato em que Christian Grey e Anastasia Steele, protagonistas do livro, firmam os detalhes da relação de submissão que é o ponto central da trama.

Lançado na Inglaterra em junho de 2011, o primeiro livro da trilogia “50 Tons” chega às livrarias brasileiras em 1º de agosto. Segundo a editora Intrínseca, as pré-vendas do título já chegam a cerca de 70% da tiragem de 200 mil exemplares. A trilogia criada pela inglesa E.L. James já vendeu mais de 20 milhões de exemplares nos Estados Unidos.

A série narra o relacionamento de submissão sexual da estudante de literatura ingênua Anastasia Steele com o empresário manipulador Christian Grey. Rotulado de “pornô para mamães”, o livro foi o primeiro romance de James, uma ex-executiva de televisão cujo nome verdadeiro é Erika Leonard, que vive com sua família em Londres. Os direitos de filmagem da trilogia foram comprados pela Universal e Focus Features, informou a imprensa americana em março.

O segundo e o terceiro volume da série serão lançados no Brasil em 15 de setembro e 1º de novembro, respectivamente. A trilogia toda já está em pré-venda em livrarias virtuais.


Fuzileiros navais dos EUA entram no ritmo de Carly Rae Jepsen; veja
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Fuzileiros navais dos Estados Unidos criaram uma versão divertida de “Call Me Maybe”, hit da cantora pop Carly Rae Jepsen. Estacionados em uma base aérea do Afeganistão, os homens com roupas de exército cantaram e dançaram ao som da música teen.

De acordo com a “ABC News”, o vídeo foi produzido pelo militar Eric Raum, que ouviu a música pela primeira vez durante uma viagem de volta ao seu país. “Estava voltando para o Estados Unidos quando ouvi esse grande hit e sempre sentimos falta dessas coisas quando estamos no Afeganistão”, ele disse.

Por conta da agenda lotada dos fuzileiros, o clipe foi gravado em apenas 30 minutos e, em apenas dois dias,  já foi visto mais de 52 mil vezes.

Em dezembro de 2011, militares britânicos fizeram uma brincadeira parecida com a música “All I want for Christmas”, de Mariah Carey. O clipe chegou até a artista, que elogiou a performance: “Vocês alegraram meu dia”.


Radialista diz que vilão de filme do Batman foi escolhido para influenciar eleição dos EUA
Comentários Comente

UOL Entretenimento

O radialista norte-americano Rush Limbaugh é conhecido por suas afirmações controversas, como dizer que Obama só venceu as eleições por ser negro e chamar de prostituta uma estudante que solicitou do governo ajuda financeira para comprar contraceptivos. Desta vez, ele enxergou conspirações políticas até em Gotham City.

“Sabe esse novo filme do Batman?”, ele perguntou seus ouvintes de seu programa. “Você sabia que o vilão se chama Bane?!”, insinuando que é uma referência a Bain Capital, empresa fundada pelo provável candidato republicano à presidência, Mitt Romney.

“Isso vai convencer muita gente,” continuou. “A plateia será enorme. Muitas pessoas vão ver o filme. E é muita gente sem cérebro – o pessoal da cultura pop e do entretenimento – e eles vão ver Bane no filme e associar com Bain”.

“Você pode achar que isso é ridículo, mas é o tipo de coisa que a equipe do Obama está preparando”, completou o radialista.