Blog da Redação do UOL Entretenimento

Arquivo : lollapalooza brasil 2012

Com 30 minutos de atraso, Racionais começam a ser vaiados
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Marcus Brasil/UOL

Conhecidos por atrasos no início dos shows, os Racionais MC’s deveriam ter subido ao palco Perry do Lollapalooza Brasil 2012 às 20h45 deste domingo (8), mas meia-hora depois do previsto, nem sinal da banda.

O público reunido sob a tenda já começa a se impacientar e a vaiar o grupo de rap, um dos maiores da cena brasileira, cujos atrasos já causaram tumulto na Virada Cultural de 2007, na Praça da Sé, em São Paulo. Os Racionais só subiriam ao palco às 21h45, com uma hora de atraso.

Os Racionais MC’s foram a única banda que teve um atraso significativo em um festival marcado pela pontualidade. Mesmo as principais atrações dos dias do Lollapalooza Brasil, Foo Fighters e Arctic Monkeys, entraram no palco no horário marcado.


Criador do Lollapalooza confirma que O Rappa vai tocar na versão americana do festival
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Junior Lago/UOL

O criador do festival Lollapalooza, Perry Farrell, revelou durante a transmissão do versão brasileira do evento que O Rappa tocará na versão norte-americana do festival. O Rappa se apresentou no Lollapalooza Brasil 2012, no Jockey Club, em São Paulo, no primeiro dia do evento, neste sábado (7).

O Lollapalooza acontece em Chicago, entre os dias 3 e 5 de agosto de 2012.


Palco Perry ferve com dubstep do produtor americano Skrillex
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Junior Lago/UOL

Enquanto o Foster the People se apresenta no Palco Cidade Jardim, o Palco Perry ferve na noite deste domingo (8) com a mistura de dubstep, dub e nu-metal do produtor americano Skrillex. Nenhuma apresentação anterior no Palco Perry tinha levantado tanto o público quanto a performance do americano, que tocou músicas como “Right In” e “Break’n a Sweat”.

Animado, o público chegou a formar rodas de pogo durante show do Skrillex.


Mesmo sob chuva, MGMT reúne público à espera de hits
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Junior Lago/UOL

Penúltima atração do Palco Butantã neste domingo (8), O MGMT começou seu show às 18h, sob chuva.

Ainda assim, o público se aglomera, à espera  de hits como “Time to Pretend”, e foi saudado pela banda com um “Feliz Páscoa”.

A banda do Brooklyn tocou sucessos do disco “Oracular Spetacular”, como “Kids”, que finalmente levantou o público. Soando mais acústico que nos discos, o grupo também apresentou faixas de seu álbum mais recente, “Congratulations”, além de canções que sairão no próximo disco do MGMT.


Filas de caixas e bares diminuem
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Estéfani Medeiros/UOL

No segundo dia de Lollapalooza Brasil 2012 no Jockey Club de São Paulo, as filas nos caixas para comprar as Pipapaloozas (moedas do festival) e nos bares diminuíram. A fila da cerveja ainda é maior, mas a espera não passa de 10 minutos e o atendimento está bastante rápido.


Começa a chover no Lollapalooza Brasil 2012
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Estéfani Medeiros/UOL

Depois de uma leve garoa no início da tarde, o céu ameaçador finalmente se transformou em chuva e a água começa a cair sobre o público do Lollapalooza Brasil 2012, no Jockey Club de São Paulo.

Para fugir da chuva, o público começa a se dirigir ao Palco Perry, que é coberto. As filas para comprar capas de chuva estão bastante grandes e o valor é de R$ 4.


Depois de gravar programa de TV com Michel Teló, rapper inglês Tinie Tempah se apresenta no Lollapalooza
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Michel Teló e Tinie Tempah em gravação do "Altas Horas" (4/4/12). TV Globo/Zé Paulo Cardeal

O rapper inglês Tinie Tempah vive o estrelato aos 23 anos. Ele, que começou a fazer música há sete, ganhou dois Brit Awards com seu primeiro álbum e é uma das principais atrações deste domingo (8) no Lollapalooza Brasil 2012. Poucos minutos antes de seu show, Tinie falou com a reportagem do UOL e contou que a expectativa para a apresentação é grande.
“O Brasil é um dos países mais influentes do mundo hoje em dia. Já estou aqui há uma semana e vi coisas incríveis. Fui a Búzios, andei por toda a orla de Copacabana e até gravei um programa de TV”. Nesta semana, Tinie participou da gravação do “Altas Horas”, da TV Globo, ao lado do sertanejo Michel Teló.
O rapper vem da cena undergound inglesa e é um dos poucos produtores de grime a fazer sucesso fora de Londres (o outro representante verdadeiramente pop do gênero é o rapper londrino Dizzee Rascal). Mas isso não o impediu de fazer sucesso também nos Estados Unidos.
Tinie acredita que o sucesso do produtor Skrillex, outra atração do festival, o ajudou a entrar no mercado americano. “A origem do som dele é a mesma que a do meu. E isso faz com que as pessoas reconheçam mais facilmente o meu som num festival nos Estados Unidos. Definitivamente, ele ajudou”.


Jockey Club já está pronto para receber o público no segundo dia do Lollapalooza
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Nem parece que um festival que recebeu 80 mil pessoas  no Jockey Club há menos de 12 horas, já está pronto para o segundo dia de shows neste domingo (8). A grama está até verde em frente ao palco Cidade Jardim, onde o pessoal da produção faz os últimos ajustes antes de receber o público.

O sol está forte em São Paulo, com temperatura na casa dos 31° graus, e os fãs devem passar protetor solar e usar bonés e chapéus. Por enquanto, público não enfrenta filas para entrar no Jockey Club. A banda Cascadura abriu a programação no segundo dia de festival.

 


No bis, Dave Grohl chama Joan Jett para tocar com o Foo Fighters
Comentários Comente

UOL Entretenimento

Reprodução

Como já havia acontecido em outros shows da turnê sul-americana do Foo Figthers, ao fim da apresentação no Lollapalooza Brasil 2012, já no bis, Dave Grohl chamou ao palco Joan Jett para tocar “Bad Reputation”,  não sem antes fazer um discurso sobre seus heróis no rock. Mas o público brasileiro ganhou algo que os chilenos e argentinos não tiveram:  uma segunda música, “I Love Rock’n’Roll”, tocada em conjunto com Jett.

Logo em seguida, Dave Grohl encerrou o show com “Everlong”, do álbum “The Colour and the Shape”, de 1997, com uma bandeira brasileira enrolada no pescoço.